Num diálogo misterioso profundo entre a escuta de Deus ― em quem tem início qualquer vocação ― e a resposta humana, a vocação ao presbiterado, por ser dom de Deus para a humanidade, requer que se realize na verdade e na liberdade. Cada uma das etapas que a seguir se sintetiza propõem-se não como um mero suceder de experiências letivas (não bastando passar de ano), mas de uma aquisição de consequências práticas que garantam uma vivência madura do acolhimento da graça presbiteral contida no Sacramento da Ordem e no acolhimento fraterno do Presbitério Diocesano. Esta nova forma de enunciar as etapas é-nos sugerida pela nova Ratio Fundamentalis da pontifícia CONGREGAÇÃO PARA O CLERO, intitulada “o Dom da Vocação Presbiteral”.

1ª ― A sensibilização para a escuta e resposta

É a etapa que acontece no contexto onde nasceu e cresceu o rapaz. Decorre do amor cristão familiar e promove-se com a ajuda da catequese paroquial da infância e da adolescência. Tem o apoio, no acompanhamento, do Seminário em Família e do Grupo S. Paulo, implicando o pároco como principal mediador.

2ª ― O acompanhamento propedêutico

Acontece com a possibilidade da experiência de vida em comunidade no Seminário Vocacional (Largo de Santa Cristina, em Viseu), do 10º ao 12º ano, frequentando o ensino secundário numa escola da cidade e sendo acompanhados pelos padres do Seminário. Os fins-de-semana são vividos na família e na paróquia.

Tem como finalidade, a par da formação cultural e intelectual, de aprofundar o chamamento em vista a uma resposta generosa e pura da qual depende o início da Formação Inicial para o presbiterado, da responsabilidade do Seminário Pastoral/Interdiocesano.

3ª ― O discipulado

É a etapa que decorre do 1º ao 3º ano do Seminário Interdiocesano, em Braga. Os estudos filosóficos ampliam a possibilidade de um autoconhecimento do rapaz, de maneira a realizar uma maior purificação de intenções que permita uma entrega o mais autêntica possível. Esta etapa culmina com a celebração do rito da Admissão às Ordens Sacras.

4ª ― A configuração com Cristo

É esta configuração que permite que o presbítero possa partilhar com o povo o dom do amor de Deus. Esta etapa realiza-se entre a Admissão às Ordens Sacras e a celebração do Diaconado. Coincide com o estudo da Teologia e de uma gradual experiência de descida à prática da pastoral da Igreja diocesana. Inclui a receção e vivência dos ministérios do Leitorado e Acolitado.

5ª ― A síntese vocacional

Esta etapa realiza-se, já sob a ação da graça espiritual do Sacramento da Ordem (Presbiterado) e do acompanhamento dos presbíteros unidos ao bispo, com a chamada Formação Permanente do clero. Não termina mais, mas amadurece no tempo, com total e permanente dedicação na caridade pastoral.

Sítios onde se poderá obter mais informações:

www.seminario.diocesedeviseu.pt

www.vocacoes.diocesedeviseu.pt

DESCARREGAR PROJETO DO SEMINÁRIO EM FAMÍLIA E DO GRUPO S. PAULO PARA 2017-2018