Open/Close Menu A Diocese de Viseu é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Portugal

Visita a Cartagena, antigo mercado de escravos, marcada por apelos em defesa da dignidade humana.
O Papa Francisco denunciou, no Domingo, na Colômbia as escravaturas contemporâneas, falando na cidade de Cartagena, antigo mercado de escravos.
“Ainda hoje, na Colômbia e no mundo, milhões de pessoas são vendidas como escravos, ou então mendigam um pouco de humanidade, uma migalha de ternura, fazem-se ao mar ou metem-se a caminho porque perderam tudo, a começar pela sua dignidade e os seus direitos”, declarou, perante milhares de pessoas reunidas diante da igreja de São Pedro Claver.
O santo foi um jesuíta espanhol, falecido em Cartagena, que se distinguiu pela sua defesa dos escravos vindos de África, no século XVII.
“Realmente São Pedro Claver testemunhou, de forma estupenda, a responsabilidade e a solicitude que cada um de nós deve ter pelos irmãos”, referiu o Papa.
Francisco sublinhou que o missionário espanhol “foi injustamente acusado” e sofreu a “tenaz oposição de quantos temiam que o seu ministério ameaçasse o lucrativo comércio dos escravos”.
São Pedro Claver, o ‘escravo dos negros para sempre’, como ele próprio se designava, “sabia que a linguagem da caridade e da misericórdia era entendida por todos”, assinalou o pontífice.
O Papa convidou todos os católicos a trabalhar para “recuperar a dignidade do irmão prostrado pelo sofrimento das feridas da vida”.
A intervenção falou ainda da devoção a Nossa Senhora de Chiquinquirá, que surgiu pela mão dos “pobres e humildes”.
“Maria de Chiquinquirá e Pedro Claver convidam-nos a trabalhar pela dignidade de todos os nossos irmãos, especialmente os pobres e descartados da sociedade, aqueles que estão abandonados, os emigrantes, as vítimas da violência e do tráfico humano”, prosseguiu.
Depois da oração, o Papa Francisco visitou a igreja, casa-santuário de São Pedro Claver, com cerca de 300 representantes das comunidades afroamericanas que são acompanhadas pelos jesuítas, depositando um ramo de flores diante da imagem com as relíquias do santo espanhol.
O dia final da viagem à Colômbia, iniciada na quarta-feira, encerrou-se com a Missa na área do Porto de Contecar, regressando a Roma cerca do meio-dia de segunda-feira.
G.I./Ecclesia:OC

CategoriaPapa, Pastoral

© 2016 Diocese de Viseu. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: scpdpi.com

Siga-nos: