Open/Close Menu A Diocese de Viseu é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica em Portugal

O Movimento dos Cursilhos de Cristandade promoveu, no Domingo passado um encontro para partilhar a ALEGRIA que um dia encontraram na vivência de um Cursilho.

A Paróquia de Bodiosa acolheu o Encontro, com os cursilhistas locais a assumirem todos os trabalhos necessários.

            Foram convidados todos os Núcleos em atividade e comunhão e congregaram-se mais de duas centenas de pessoas.

            O programa previa Eucaristia mas muitos não puderam estar presentes devido ao seu empenhamento nas celebrações das paróquias onde residem, juntando-se apenas ao grupo, já nas instalações da Associação de Queirela de Bodiosa, que acolheu os participantes, tendo à frente a equipa organizadora.

            Todos se sentiram em casa, tal foi o entusiasmo e a alegria dessa equipa, dando a conhecer as instalações da Associação e a sua história passada e recente, bem como os serviços que presta à população local.

            As saudações quentes e carinhosas serviram de aperitivo ao almoço convívio, contando com a presença do Diretor Espiritual do Movimento –  Padre Jorge Luís, vindo de Fornos de Algodres, e do Pároco de Bodiosa, Padre Caldeira, também ele cursilhista de longa data e sempre disponível para os nossos trabalhos.

O ambiente foi de evidente alegria, com numerosos “porta-travessas” a garantirem um rápido e eficiente serviço de mesa disponibilizando um saboroso e fumegante arroz à valenciana.

            Com sã alegria nos rostos de todos, espelhando a felicidade do reencontro, o ponto mais alto aconteceu, após o café, no maravilhoso e acolhedor salão do piso superior, numa autêntica Ultreia Regional conduzida pela Vice-Coordenadora Cidália Santos e pelo Diretor Espiritual do MCC o Padre. Jorge Luís, havendo partilha de vidas transformadas um dia, pela passagem por um Cursilho de Cristandade, em testemunhos enternecedores e vibrantes de gratificante encontro com Deus.

            Os agradecimentos à Associação que acolheu e a toda a equipa envolvida nas tarefas e responsabilidades acrescidas. Todos acarinharam e deram o melhor do seu trabalho generosa e alegremente, mesmo não sendo cursilhistas, e proporcionaram um forte DE COLORES.

G.I./J.B./um participante

                                                                      

© 2016 Diocese de Viseu. Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento: scpdpi.com

Siga-nos: